quarta-feira, 27 de outubro de 2010

O BRASIL COM SERRA


"Votamos em Serra! Ele tem história. Serra está na origem de obras fundamentais nas áreas da Cultura, da Educação, da Saúde, da Infraesrutura..."

domingo, 24 de outubro de 2010

Churras Formandos 2010



Extravasa, libera e joga tudo pro ar.

Eu quero ser feliz antes de mais nada.


quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Feira do Jovem Empreendedor Joseense 2010

Congresso Internacional de Educação 2010



“Prioridade à educação científica: uma decisão política”







Palestrante: Juan Carlos Tedesco 
Universidade de San Martin – Buenos Aires










A preocupação para melhorar a qualidade da educação afeta, hoje, a maior parte dos países do mundo. A literatura internacional sobre educação e as declarações dos responsáveis pelas decisões nesse campo, permitem concluir que ninguém está satisfeito com a oferta educativa disponível: dirigentes políticos, docentes e as famílias. Em alguns casos esta insatisfação se justifica porque consideram que a educação está associada aos desafios do passado e não aos anseios que provêm das novas condições sociais, culturais e econômicas da “sociedade do conhecimento”.


terça-feira, 19 de outubro de 2010

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Suspirando...

Quem sabe eu ainda
Sou uma garotinha



Esperando o ônibus
Da escola, sozinha...


Cansada com minhas
Meias três quartos
Rezando baixo
Pelos cantos
Por ser uma menina má...

Quem sabe o príncipe
Virou um chato
Que vive dando
No meu saco


Quem sabe a vida
É não sonhar...




Eu só peço a Deus
Um pouco de malandragem
Pois sou criança
E não conheço a verdade

 
Eu sou poeta
E não aprendi a amar
Eu sou poeta
E não aprendi a amar...
Bobeira
É não viver a realidade





E eu ainda tenho
Uma tarde inteira
Eu ando nas ruas
Eu troco um cheque
Mudo uma planta de lugar
Dirijo meu carro
Tomo o meu pileque
E ainda tenho tempo
Prá cantar...



 Quem sabe eu ainda sou
Uma garotinha!

(Malandragem - Cassia Eller)



Desde a adolescência, digo que esta é a música da minha vida.... Não que seja pra levar cada estrófe ao pé da letra. Mas, ainda hoje, aos quase 30, por vezes, alguns versos (em destaque) me vem à mente como a trilha sonora de uma mulher ainda menina... Ou melhor, uma eterna menina... Menina esta que ainda sonha (e muito)... E, que hora ou outra se frustra...
O problema não são os outros... Talvez seja meu modo, ainda um tanto quanto "encantado", de enxergar o mundo. Contos de fadas são lindos, ainda acredito neles... Até posso dizer que vivo um... Tenho um lindo príncipe (e que não é chato... rs), companheiro  e apaixonante, nãoo sou uma menina má, porém ainda preciso de MALANDRAGEM... Uma pitada apenas, o suficiente para que eu não viva de sonhos irrealizáveis, para que eu não me decepcione comigo mesma por não alcancar algo que na verdade não passou de fruto da minha imaginação, dos meus devaneios típicos de menina.
Quero sim, manter para sempre este ar de moleca, mas quero tambem a serenidade da mulher madura... Aquela que tira de letra pequenas decepções, que vive a realidade sem depositar expectativas nas atitudes alheias...
Quero não sentir o peito apertado, um nó na garganta e a sensação de estar sendo infantil. Quero não suspirar por banalidades, e não fazer tempestade em copo d'água. Quero aprender a usar mais a razão, e sofrer menos com o coração...

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Homenagem bem humorada - Dia do Professor

DE ONDE VEM A LONGEVIDADE DOS PROFESSORES...















O SEGREDO...










Um médico saiu a caminhar e viu essa velhinha da foto sentada no banco de uma praça fumando um cigarrinho.



Aproximou-se e perguntou:



"Nota-se que está bem, qual é seu segredo??



Ela então respondeu:



"Sou PROFESSORA, durmo às 4 da manhã elaborando provas, me levanto às 6. Nos fins de semana não pratico esportes, não me divirto. Trabalho corrigindo avaliações, organizando as aulas, preenchendo diários de classe, fazendo planejamentos, procurando músicas para passar para os alunos, procurando vídeos na INTERNET para não deixar as aulas MONÓTONAS, não tenho tempo para os meus filhos, só para os FILHOS DOS OUTROS, todo final de semana estou sempre com algo para elaborar ou corrigir, inclusive nos feriados, como hoje 1º DE MAIO,DIA DO TRABALHO. Não tomo café da manhã, não almoço e nem janto porque não dá tempo.



O doutor então exclamou:



- "Mas isso é extraordinário". A senhora tem quantos anos?



37, respondeu-lhe a velhinha...


Foto à parte, esta mensagem muitas vezes é a pura (e dura) realidade.
Parabéns a todos que dedicam sua vida a formar um mundo melhor!